Gabriel, O Anjinho Que Perdeu As Asas.

Gabriel, O Anjinho Que Perdeu As Asas.

O  anjinho Gabriel vive a brincar lá no céu.

De vez em quando desce na terra.

Volta voando quando enxerga as guerras.

Gabriel gosta de brincar com Serafim e muitos outros querubins.

Juntos constroem castelos encantados nas nuvens de algodão .

La no céu tem um grande carrossel, cheio de estrelinhas acordadas, para iluminar as brincadeiras no meio da

madrugada.

Gabriel e Serafim passam os dias assim.

Voam de uma nuvem para a outra para passear no carrossel pintado de sete cores.

Pintam o sete e o o azul do céu, colorem muitas estrelas, pintam a cara da Lua.  

Pintaram também o carrossel onde gostam de brincar.

Decidiram em assembléia com os demais querubins, que as cores do arco-íris de todas as nuvens também

poderiam mudar.

O céu ficou colorido, bonito com nunca igual com nuvens de bichinhos pitadas com alegria - vermelhas,
azuis e laranjas, verde, anil, amarelo e a roxinha violeta.

Quanto a noite abre os olhos uns anjinhos descansam nas nuvens quietinhos. Outros passeiam na via láctea

sozinhos.

Os anjinhos podem voar mais gostam mesmo de pular.

Gabriel pulou tão alto de uma nuvem azulzinha que perdeu suas asinhas.

Acordou tristonho e só num cantinho constelar.

Viu os outros anjinhos voando, mais não podia voar.

Gabriel sem entender, começou a lamentar.

Queria voar de novo passear na Via Láctea, mais sem as asinhas não dava.

Cada vez que assim pensava, chorava, chorava e chorava, até acordar as estrelas.

Quando o Sol disse bom dia era a hora de acordar.

O anjinho solitário deu bom dia para o sol, foi nas nuvens caminhar.

Queria encontrar as asinhas, para de novo voar.

Perguntou para as estrelas, para as nuvens coloridas.

Procurou à Dona Lua que estava em um canto sozinha, se ela no meio da noite, no passeio
enamorado as asinhas tinha achado.

De repente, muitas aves fazem passeio nos céus.

As garças, as gaivotas, pombinhos e mil passarinhos,


Se aproximam do anjinho cada um tira uma peninha,para que a Dona Lua pudesse tecer novas asinhas.

Pronto! - Dona Lua caprichosa colou todas as peninhas.

Fez para Gabriel o mais lindo par de asinhas.

Gabriel ficou feliz com vontade de cantar colocou suas asinhas saiu correndo voar.

Alçou o primeiro vôo foi visitar as estrelas, passear no carrossel, fazer uma festa no céu.

Os pássaros revoavam ao lado do doce anjinho, cantavam os sabiás, bem-te-vis,uirapurus, dezenas de canarinhos.

Gabriel agradeceu a bondade dos passarinhos, que doaram suas peninhas todos com muito carinho.

Gabriel hoje feliz passeia com muitos anjinhos,


Entre as nuvens de algodão.

Visita o Sol e a Dona Lua, as estrelas e os planetas.

Adora as constelações!

Com suas asinhas novas, presente dos passarinhos.

Faz a festa todos os dias!.

Vive a voar com os anjinhos no meio das estrelinhas!                               

           

 (Ana Stoppa)

 

 

Copyright©2012. Todos os direitos reservados
Vedado copiar, distribuir, exibir, executar, criar
obras derivadas, nem fazer uso comercial desta obra
sem a permissão da Autora.

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!