Miúcha, A Fadinha Que Nasceu em Uma Rosa.

Miúcha,  A Fadinha Que Nasceu em Uma Rosa.

Na manhã ensolarada da primavera a Fadinha Natura,  ao fazer seu passeio dominical  no jardim observou que uma da rosas encarnadas se mexia mais do que as outras.

Aproximou-se delicadamente, flutuou por alguns segundos batendo as asinhas coloridas para ver o que estava acontecendo.

Natura pensou que fosse um grilo falante fazendo discurso para a rosa ou uma borboleta que saia do casulo.

Qual não foi o seu espanto quando viu uma menininha muito pequena do tamanho de um grãozinho de areia deitadinha em uma das pétalas.

Natura pegou a pétala do lado a mais aveludada de todas, fez uma cobertinha para proteger a minúscula criatura, depois pegou um pouco de água do riacho para matar a sede da pequena.

A Fadinha precisava voltar para o seu reinado. Antes escolheu um nome para a pequerrucha.

- Já sei! Disse para um colibri que beijava as madressilvas – darei a ela o nome de Miúcha.

Dito isso bateu as asinhas para fazer o vôo rumo ao seu castelo de folhagens.

Nos dias seguintes Natura voltou no jardim para ver Miúcha.

Ao final da primavera quando a rosa encarnada disse que iria dormir.

Natura ao pegar Miúcha em seu colo percebeu feliz que a menina era uma fadinha, viu as asinhas rosas que acabara de nascer.

Não cabendo de si em alegria pegou sua varinha mágica, disse umas palavras esquisitas, e... de repente...apareceu ao lado da roseira um bercinho lilás do tamanho de um  caramelo.

Natura com muito cuidado pegou a pequerrucha Miúcha no colo, colocou-a no bercinho.

Em seguida fez a outra mágica – deu pra ouvir as palavrinhas....Sim, salamim, mim, guim....

Apareceram então dois colibris azuis com os biquinhos cor de ouro.

Natura pediu que eles levassem o bercinho com Miúcha  - que estava dormindo feito uma fadinha...

Quer dizer, ela era uma fadinha!!!

Os colibris voaram com cuidado segurando a caminha com a Miúcha dormindo.

Ao chegarem ao Castelo de folhagem a fada Natura fez uma caminha com folhinhas de manjericão.

Perfumou o travesseirinho de capim com flores de jasmim, pegou Miúcha ainda dormindo do bercinho colocando-a em sua nova casinha.

Fez suco de estrelas, bolo de lua cheia e pudim de Sol.

Colocou tudo  em uma mesinha do tamanho de uma uva, para que quando Miúcha acordasse o Colibri Danúbio desse a comidinha da fadinha bebê.

Natura sai todas as manhãs para restaurar as florestas devastadas.

Nossa! Ela tem tanto trabalho!

No final do outono, quando o pomar perto do castelo  de folhagem mostrava muitas frutas madurinhas Natura percebeu que Miúcha estava crescidinha – ensaiava os primeiros vôos.

Com muita bondade pegou a pequena no colo. Foram até a Escola de Vôo Para Novas Fadinhas.

Voou até o sétimo andar, na copa de uma grande quaresmeira para falar com a Fada Alda, Professora de Vôo.

Matriculou Miúcha no curso intensivo, pois estava com uma idéia em mente – assim que a fadinha crescesse  colocaria para ajudá-la a fiscalizar o meio ambiente, por isso precisava que Miúcha aprendesse a voar muito bem.

Quando chegou o inverno a fadinha voava perfeitinho!.

Também tinha aprendido a falar!

- Vamos para o castelo de folhagem – disse para Miúcha.

Muito solícita a fadinha ajudou a arrumar os travesseirinhos de capim  perfumados de jasmim, organizou  todo  o castelo de  folhagem.

Esperta já sabe  qual é o dever de uma fadinha inteligente.

Além de contar muitas historinhas para a alegria das crianças, deve trabalhar  na preservação da natureza.

Por isso escolheu tomar conta dos jardins.

Ficou conhecida como Miúcha – A Fadinha das Flores.

Quando você passar por um jardim bem florido, apenas admire as flores, agradeça a Deus e a Natureza pela beleza que seus olhos podem contemplar.

Não pise na grama, toque delicadamente as flores.

Visite a roseira das rosas encarnadas, pois pode ser que outras fadinhas apareçam na próxima  primavera, no mesmo lugar!   

 

(Ana Stoppa)

 

Copyright©2012. Todos os direitos reservados
Vedado copiar, distribuir, exibir, executar, criar
obras derivadas, nem fazer uso comercial desta obra
sem a permissão da Autora.

Comentários

muito bom

poliane | 17/02/2015

Legal gostei muito amei

Novo comentário

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!